Comboio semanal unirá as fábricas de Seat, em Barcelona, e a Volkswagen Autoeuropa, em Palmela

O grupo Wolkswagen-Seat vai ligar, através de um serviço ferroviário semanal, as fábricas de Martorell, em Barcelona, e a Volkswagen Autoeuropa, em Palmela, a partir deste mês, reduzindo as viagens rodoviárias e as emissões de dióxido de carbono (CO2).
“A Seat dá mais um passo em frente na sua estratégia ‘Move to Zerø’, com um novo serviço ferroviário que liga a sua fábrica de Martorell (Barcelona) à fábrica da Volkswagen Autoeuropa em Palmela”, anunciou, em comunicado, a fabricante automobilística.
Este serviço vai funcionar, a partir deste mês, uma vez por semana, estando previsto o transporte de 20.000 veículos por ano, evitando 2.400 viagens de camião e reduzindo em 43% as emissões de CO2.
Segundo a mesma nota, esta nova linha vai permitir que os veículos cheguem diretamente à Autoeuropa, de onde serão transportados de camião para o depósito de distribuição, na Azambuja.
No regresso, o comboio irá transportar os veículos fabricados em Palmela para o porto de Barcelona, de onde serão distribuídos, por estrada, para Espanha e Sul de França, e, por navio, para outros destinos do Mediterrâneo.
A Seat adiantou ainda que, a partir de 2023, o comboio deverá ser reforçado com mais carruagens.
“O comboio é um meio de transporte amigo do ambiente, rentável e eficiente, razão pela qual este novo serviço entre as fábricas de Martorell e Palmela nos ajuda a progredir no nosso objetivo de reduzir a nossa pegada de carbono no transporte de veículos”, afirmou, citado no mesmo documento, o vice-presidente da produção logística da Seat S.A., Herbet Steiner.



Artículo Anterior Artículo Siguiente
"rbtribuna") Por el final de las absurdas fronteras (políticas, sociales, burocráticas, económicas...) que aún subsisten entre España (singularmente Galicia) y Portugal...y que tanto perjudican a la ciudadanía ibérica