Desde 19 abril y por 9 meses) Cierra en Portugal la "Linha da Beira Alta"


A partir do dia 19 de abril, inclusive, e por um período estimado de nove meses, a Linha da Beira Alta será encerrada à circulação ferroviária. A interdição total em toda a extensão garante a segurança dos trabalhadores em obra, permite que as empreitadas decorram com maior eficiência, com importantes ganhos no encurtamento dos prazos de execução, poupanças ao nível dos encargos e forte mitigação dos transtornos provocados.
No início de 2023, os utilizadores passarão a dispor de um serviço de transporte ferroviário de maior qualidade, conforto, segurança e ambientalmente sustentável. Neste âmbito, a Infraestruturas de Portugal (IP) tem vindo a trabalhar em estreita colaboração com os operadores ferroviários, autarquias e diversas entidades locais interessadas.
Por forma a minimizar os impactos negativos decorrentes deste constrangimento, e durante todo o período de interrupção do serviço ferroviário, serão disponibilizados, aos clientes da CP, transportes rodoviários alternativos que em breve serão detalhados publicamente.
A modernização integral da Linha da Beira Alta resultará em:
Melhoria das condições de mobilidade e acesso dos passageiros, através da remodelação das diversas Estações e Apeadeiros, incluindo o alteamento, alargamento e o prolongamento de plataformas;
Redução de tempos de percurso;
Reforço da segurança;
Infraestrutura ferroviária dotada com os mais modernos equipamentos de controlo, sinalização e telecomunicações;
Requalificação e Supressão de todas as Passagens de Nível;
Aumento da capacidade (aumento em cerca de 20% do número de comboios a circular por ano e para mais do dobro da capacidade em número de toneladas/ano);
Mais sustentabilidade ambiental (uma redução de emissões de mais de 120 milhões de tonCO2eq até 2046).
Recorde-se que, atualmente, já estão em execução no terreno trabalhos de requalificação integral e modernização em cerca de 190 quilómetros da Linha da Beira Alta.