Una interesante versión de "Grândola, Vila Morena" con arreglos del Maestro Fernando Ramos



Banda do Samouco.
"Grândola, Vila Morena" com arranjo do Maestro Fernando Ramos.


Concerto do ano 2022, inserido nas comemorações do dia 25 Abril, Samouco, Alcochete (Portugal).

"Grândola, Vila Morena" é uma canção composta e cantada por Zeca Afonso que foi escolhida pelo Movimento das Forças Armadas (MFA) para ser a segunda senha de sinalização da Revolução dos Cravos. A canção refere-se à fraternidade entre as pessoas de Grândola, no Alentejo e, por esse facto, foi proibida pela ditadura fascista. À meia noite e vinte minutos do dia 25 de Abril de 1974, a canção foi transmitida na Rádio Renascença, a emissora católica portuguesa, como sinal para confirmar o início da revolução. Também por esse motivo, transformou-se em símbolo da revolução, assim como do início da democracia em Portugal."